/Housing /Habitação

One equals two

Pretendia-se duas casas numa casa só.
Seria uma moradia para duas famílias onde se pudesse viver em comunidade, havendo para tal, espaços comuns, de relação entre as duas famílias, mas que, ao mesmo tempo, ambas conseguissem a sua privacidade, isolando também os espaços mais privados.
Pretendia-se igualmente uma moradia em “L”, para que a própria forma contribuísse desde logo para a relação entre os dois “braços” do “L”, criando um espaço exterior privado entre eles, e conseguisse ainda, voltar “as costas” à rua, e abrir-se para o jardim, aproveitando a melhor exposição solar e as melhores vistas para a paisagem.
Partiu-se então a moradia em dois blocos, que correspondem a cada braço do “L”, associando a cada um deles, uma casa.
O vértice do “L” serve de momento de união das duas casas, criando aí a garagem e um espaço interior, que serve não só de entrada na moradia – que depois distribui para ambas as casas – como também serve de espaço comum, para as duas famílias se reunirem.

programa

habitação bifamiliar

data

2018

cliente

privado

área

483 m2

localização

Braga, Portugal

estado

projeto de execução

engenharia

Galeria Gabinete

Category
Housing /Habitação