Link

A zona mais reservada do terreno encontra-se a sul, no interior do lote, com a melhor exposição solar; A norte, o terreno confronta-se com a rua, porém, com uma vista ampla para o castelo da Póvoa de Lanhoso.

Pretendiam-se oito apartamentos.

O objectivo era que todos eles tivessem características semelhantes: com duas frentes (norte e sul) – a melhor exposição solar e contacto com a área mais privada do terreno (a sul) e a vista ampla para o castelo (a norte).

Para tal, seria necessário implantar o edifício longitudinalmente, para se conseguir as duas frentes desejadas, e criar dois acessos verticais aos apartamentos. A implantação teve ainda em consideração o espaço exterior colectivo, na zona tardoz do edifício.

Nesta lógica, foi possível cortar ao meio a peça longitudinal, conseguindo uma conexão mais forte entre o espaço público (a rua e zona de entrada) e o espaço colectivo privado (área de jardim, playground e piscina).

Nesta fenda entre os dois blocos habitacionais, é desenhado um elemento mais orgânico, de conexão entre os dois edifícios e as duas frentes, onde se encontram acessos, recepção, zonas técnicas e espaço comuns.

programa

habitação multifamiliar

data

2021

cliente

privado

área

2208 m2

localização

Póvoa de Lanhoso, Portugal

estado

em projeto

Category
Apartments building /Habitação multifamiliar, Housing /Habitação